teste

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Nassif, de novo

Voltando a um tema de alguns meses atrás:

A firma Dinheiro Vivo, do patriota Luis Nassif, é dispensada de licitação e vende seus serviços à Petrobrás de julho de 2010 até fevereiro de 2011 por módicos... 880 mil reais! (contrato # 4600312034).

Não podemos deixar este assunto morrer.

Agora para terminar o ano bem, com um senso de dever cumprido, vale lembrar este clássico de Diogo Mainardi:

Nassif, o banana

“Luis Nassif foi demitido da Folha pela suspeita de ter usado seus artigos no jornal para achacar o governo de Geraldo Alckmin. Falei sobre o episódio com o diretor da Folha. Ele confirmou. Com a carreira arruinada, Luis Nassif refugiou-se na internet, como Mengele em Bertioga”

Eu sou lobista de Daniel Dantas. É o que diz o blogueiro Luis Nassif. Como foi que eu ajudei Daniel Dantas? Acusando-o de ter financiado Lula. E também acusando Naji Nahas de ter financiado Lula. O fato de eu ter publicado uma série de documentos judiciais sobre Naji Nahas e a Telecom Italia me incrimina, segundo Luis Nassif. Entende-se: em meu lugar, ele teria picotado e obedientemente engolido esses documentos, que denunciam as ilegalidades cometidas pela empresa e pelo governo. Quem patrocina o site de Luis Nassif? A Telecom Italia. Quem impediu que ele falisse e perdesse até as cuecas? O BNDES.

Eu já ridicularizei Luis Nassif três anos atrás, demonstrando que ele reproduziu integralmente em sua coluna a nota de um lobista ligado a Luiz Gushiken. Ele foi demitido da Folha de S.Paulo pouco tempo depois, por causa de um fato ainda mais nauseabundo: a suspeita de ter usado seus artigos no jornal para achacar o governo de Geraldo Alckmin. Em 2004, Luis Nassif convidou o secretário Saulo de Castro para um fórum de debates organizado por sua empresa, Dinheiro Vivo. O detalhe sórdido era o seguinte: para o secretário poder participar do evento, o governo paulista teria de desembolsar 50.000 reais. Saulo de Castro negou o pedido.

Em 2005, Luis Nassif voltou à carga, cobrando uma tarifa ligeiramente mais modesta, de 35.000 reais. A assessora de Saulo de Castro mandou um e-mail para o chefe com este comentário: “Não é à toa que a empresa se chama Dinheiro Vivo”. Saulo de Castro negou o pedido mais uma vez. Luis Nassif decidiu retaliar. Em sua coluna, passou a atacar sistematicamente o governo Alckmin, em particular o secretário Saulo de Castro. Quando o diretor da Folha de S.Paulo, Otavio Frias Filho, foi informado das suspeitas em torno de Luis Nassif, demitiu-o imediatamente. Nesta semana, falei sobre o episódio com Otavio Frias Filho. Ele confirmou.

Com a carreira no jornalismo arruinada, Luis Nassif refugiou-se na internet, onde seu passado era desconhecido, como o de Mengele em Bertioga. O bando de Luiz Gushiken arranjou-lhe uma sinecura no iG. Enquanto fazia um blog para meia dúzia de leitores, ele era obrigado a escapar de seus credores no BNDES, que queriam penhorar seus carros e apartamentos para tentar recuperar uma parte do rombo de 4 milhões de reais da Dinheiro Vivo. No fim de 2007, depois de um misterioso encontro com a diretoria do BNDES, ele conseguiu fechar um acordo judicial altamente lesivo para o banco, que lhe garantiu os seguintes mimos: o abatimento de 1 milhão de reais de sua dívida, o prazo de dez anos para saldá-la, a retirada de todas as garantias para o pagamento do empréstimo e a dispensa de uma multa de 300.000 reais. Algumas semanas depois, ele retribuiu a generosidade estatal usando o único método que conhece: uma campanha de mentiras descaradas contra mim e contra VEJA, tidos como inimigos do governo.

Luis Nassif é um banana. Ninguém dá bola para ele. Por isso mesmo, minha idéia era persegui-lo apenas judicialmente. De fato, estou processando o iG. Tenho uma tonelada de mensagens, documentos e testemunhas que desmoralizam toda a imundície publicada em seu blog. Mas suas calúnias ganharam outro peso depois que Daniel Dantas e Naji Nahas foram presos. Claramente, o pessoal que o emprega está preocupado com o rumo que esse inquérito pode tomar. Há um empenho para impedir que os dois sejam associados a Lula, como eu sempre fiz. Quando Daniel Dantas e Naji Nahas foram presos, eu comemorei. Luis Nassif deve ter pensado em todos os documentos que terá de picotar e engolir. E em todos os patrocinadores que poderá ganhar.

Reações:

63 comentários:

E o contrato do Nassif com a EBC, também sem licitação, de 1,2 mi?

http://www.ebc.com.br/imprensa/ebc-na-midia/marco-2010/ebc-paga-r-1-2-mi-a-jornalista-pro-governo/

A parte que mais me impressionou foi a justificativa pela EBC e pelo Nassif do contrato por "notório saber"...isso para mim, ao invés de justificar o contrato, diz somente que o governo não deveria estar usando dinheiro público para fazer mídia e propaganda partidária...

Isso aqui já diz muita coisa:

Por meio do Opportunity, Daniel Dantas doa R$ 1,5 milhão ao PT na eleição

http://www1.folha.uol.com.br/poder/840677-por-meio-do-opportunity-daniel-dantas-doa-r-15-milhao-ao-pt-na-eleicao.shtml

Como que isso se encaixaria no dossiê Veja?

Eu chamo isso de retribuição por favores prestados.

Tangenciando, sem fuga, do post, menciono que a China anunciou, a partir do ano que vem, corte nas exportações de minerais raros (são fundamentais para o fabrico de componentes eletrônicos). Mercado monopolizado por aquele país, tal redução assume importância política e favaroce ao aumento nos preços de tais minerais.
Feliz 2011 ao Alex e família, ao "O" (que não sei quem o é) e família e a todos os 'kibitzers' e participantes do blog e respectivos familiares!
Muita saúde, paz e fartura (em todos os bons sentidos)!

Todo economista leva o seu a partir do estado. O Nassif vai direto a fonte.

Todo economista quem cara pálida? Fale por você, a maioria milita a vida toda na iniciativa privada e não leva nada do governo, a não ser impostos abusivos, dados imprecisos, medidas estúpidas e etc.

Depois desse texto do Mainardi, que literalmente cagou no mão peluda, me recuso a pronunciar seu nome, se ele tivesse um pingo de vergonha na cara, sumiria, mas ele não tem.

E quem disse que o Nassif e ' economista? Ele e' leigo.

Este comentário foi removido pelo autor.

Se ele e' leigo, qual e' a bronca? Dos "n" casos de corrupcao comprovada no Brasil, por que pegar no pe' deste fulano em particular?

"por que pegar no pe' deste fulano em particular?"

Porque a gente quer.

Sera' que o objeto do achaque em questao foi o unico economista "chantageado"?

Acho que se faz bem em pegar no pé desse duble de economista.

Por um motivo simples: pior que a burrice é a desonestidade intelectual. Explico: há muitos picaretas de plantao que todos nós sabemos que são picaretas. O Mantega é um deles: não faz questao nenhuma de parecer inteligente. O Bresser, por mais irracionais as suas conclusões, é alguem com suas proprias opiniões.

Agora esse sujeito é picareta e gosta de se posar de intelectual. É aí q mora o problema! No jornal da Gazeta de 2002 ele falava sobre os avanços do governo FHC, em 2004 ele puxava o saco do Alckmin, e agora lambe as botas do esgoto petista. É com esse tipo de sujeito, que muda conforme as conveniência$, que devemos nos preocupar mais e pegarmos no pé!

Mas ja' pensou no que vira a coisa caso a palavra de ex-empregador vire verdade absoluta contra qualquer pessoa, por mais picareta que ela seja? Por exemplo, o diretor do banco onde algum de voces trabalha pode nao ir com a sua cara, demiti-lo e vazar para o mercado que voce deu um desfalque. Apesar de ter profunda discordancia quanto ao comportamento e ideologia do Nassif, o metodo escolhido pelo Mainardi, que foi coonestado aqui e' o pior possivel. No fim tudo acaba na vala comum da picaretagem ideologica, de um lado e de outro, o que nao precisaria ser assim.

"Por exemplo, o diretor do banco onde algum de voces trabalha pode nao ir com a sua cara, demiti-lo e vazar para o mercado que voce deu um desfalque."

Bom, se você não deu um desfalque, basta processar quem espalhou isso. Se você não faz, imagino que deve ser por um bom motivo.

Nao sei nao Alex.

"Nassif foi demitido da Folha pela suspeita..."

Por suspeita nao ha' justa causa. Entao foi demissao "por iniciativa da empresa". O diretor do jornal nao estaria mentindo sobre o fato ou o individuo quando ele confirmou ao reporter que ele nao gostou de ter um funcionario seu sob suspeita e o demitiu. Mesmo que a verdade eventualmente tenha sido relacionada 'a ameaca de perda de propaganda oficial, por exemplo. Legalmente falando, ele teve suspeita e usou seu direito discricionario. Nada a processar ai'. E voce, gostaria de ser demitido pela "suspeita" de alguma coisa, Alex? E provar sua inocencia 15 anos depois, com a carreira e vida arruinadas?

A Gazeta Mercantil usava e abusava de materias pagas. Se o Dinheiro Vivo fizesse a mesma coisa, nao seria diferente.

Todavia, caso o Mainardi se interessasse por jornalismo investigativo serio, ele tentaria encontrar uma correlacao positiva entre pessoas que o Nassif elogiasse e pagamentos 'a Dinheiro Vivo. O fato de ele ter proposto materia paga ao governo de SP, e posteriormente criticar a administracao, por si so' nao diz absolutamente nada. Mais uma vez, eu discordo da postura etica, mas isso nao o faz diferente do Mainardi.

E' sempre bom lembrar que a briga entre os dois comecou depois do Mainardi publicar uma entrevista com o deputado Janene, onde independente do deputado ser o que e', ele nao tinha o direito jornalistico de revelar sua fonte. O Nassif o criticou, sem citar nomes, e o Mainardi reagiu com a veemencia que lhe e' peculiar.

A assertiva "Nassif decidiu retaliar..." e' portanto absolutamente nao-substanciada.

Mas pra quem gosta de tomar partido em briga dos outros com ideias pre-concebidas, ou interesses inconfessaveis, e' prato cheio.

Você precisa colocar a mao na água fervente para verificar se esta quente?

"E voce, gostaria de ser demitido pela "suspeita" de alguma coisa, Alex? E provar sua inocencia 15 anos depois, com a carreira e vida arruinadas?"

Olha, não é coisa que me tira o sono à noite. Mesmo porque eu não dou margem a "suspeitas". Já um achacador corre o risco de ir para o olho da rua e ter que engolir em seco quando o antigo empregador confirma que o despediu por "suspeita" de achaque.

Uma pergunta: o que acontece com o Bndes se o bobeais cair 30%?

Esperava mais do Alex.

O Alex é um dos que melhores se enquadram no termo "Cabeça-de-Planilha", criado pelo Nassif.

Quer dizer, é aquele economista que entra em pânico se lhe for tirado o Eview.

E qual a maneira que o Alex encontra de espicaçar o Nassif? Coloca um texto do Mainardi, ídolo da elite paulista, a qual acha que tem cultura porque lê a "Veja" e assiste à "GloboNews".

Mainardi é mesmo um clássico, mas do jornalismo esgoto. E com triste fim. Lula entra pra história como um dos maiores presidentes do país, elege sua sucessora e Mainardi muda-se para o exterior, com medo de ser preso(por difamação).

Alex, como diz o jornalista da ESPN, Flávio Gomes: "Perdeu, Playboy".

A suspeita esta' do olho do suspeitoso, muitas vezes nao esta' na gente dar ou nao dar margem. Achaque e' crime. Com emails e outras evidencias poder-se-ia demitir por causa de achaque, e nao por suspeita. No entanto isso nao foi feito. Mas vejo que este detalhe nao incomoda ninguem. So' pra relembrar, achaque requer contrapartida. Como o Saulo foi o unico a reclamar, seria logico que muitos outros tivessem aceitado participar do jogo anteriormente ao episodio. Voce ou o Mainardi teriam uma lista de pessoas beneficiadas pela Dinheiro Vivo precedendo a demissao?

Da forma como os fatos se sucederam outras suspeitas podem ser criadas, como a de fazer um agrado nos detentores do poder, por exemplo. Como aparentemente foi feito na demissao de Boris Casoy.

Mas eu entendo que se escolheu o Nassif como judas, e que ele vai ser malhado nao importa o que. So' gostaria de deixar claro que voces estao ferindo com ferro.

Divirtam-se.

"E qual a maneira que o Alex encontra de espicaçar o Nassif? Coloca um texto do Mainardi, ídolo da elite paulista, a qual acha que tem cultura porque lê a "Veja" e assiste à "GloboNews"."

Isso torna menos verdadeiro o fato do Nassif ser um picareta, caneta de aluguel e de ter sido demitido da Folha por ser um pilantra?

Volta pra sua leitura da Carta Capital, amigo...

"A suspeita esta' do olho do suspeitoso, muitas vezes nao esta' na gente dar ou nao dar margem"

Nãnãninã.

Quem se comporta de forma ética não dá margem a suspeita. Quem não se comporta, sim. O resto é papinho de advogado de porta de cadeia...

"é aquele economista que entra em pânico se lhe for tirado o Eview."

Não seria Eviews?

(Eu nunca usei. Deve ser por causa disso que vivo em pânico he he he)

Que otário...

“O Alex é um dos que melhores se enquadram no termo "Cabeça-de-Planilha", criado pelo Nassif.”

Essa é boa. Não é que os burrinhos que lêem o charlatão vieram baixar aqui no blog...

Lembro quando correu a história que o Nassif escreveu que iria exigir um desmentido do dono da Folha. Depois ele disse que ia dar um tempo porque o sujeito estava fora por algum problema sério (familiar se não me falha a memória), mas tão logo o dono da Folha retornasse ao trabalho ele, Nassif, ia exigir o tal desmentido. Esperei... Esperei... parei de ler o Nassif, só volto a ler quando aparecer o tal desmentido ou um processo dele dontra a Folha.

1- O Nassif nao tem por que processar a Folha. Segundo o artigo do Mainardi, ele foi demitido por suspeita. Qualquer empresa tem o direito de demitir quem quiser, na chamada demissao imotivada. Entao nao ha' difamacao.

2- O Nassif e' tudo de ruim, mas em seu blog ele assina o nome. Nao tem medo de emitir suas opinioes e eventualmente pagar por elas. O mesmo ja' nao ocorre aqui.

3- Eu tenho ca' minhas duvidas sobre o comportamento etico por aqui. Vide item 2 acima como um pequeno exemplo. E esse papo todo de crucificar uma pessoa sem o devido transito em julgado de qualquer de seus atos.

4- Rebaixar um direito constitucional a "papinho de advogado de porta de cadeia" e' triste. Por falar nisso, a colonia tem um sem-numero de advogados...

O, ver voce chamando alguem de burro e' o equivalente a ver o sujo falando do mal-lavado.

O otário que fez a "defesa" do Nassif juntou dois lixos e ambos anões, um moral o Nassif e o outro, o tal de Gomes é anão de verdade e moral também, e gosta de Lada e Trabant puta merda. Coincidências ambos estão pendurados no IG. A sociedade que lê a Veja e assiste a GloboNews não é otária, e lê outras coisas também e não a CONTIGO da política Carta Capital, até puta tem mais dignidade do que essa gente, não dão para qualquer desqualificado fedido. Volte para o esgoto de onde nunca deveria ter saído e vá ler Nassif, PHA, Azenha e Gomes, tudo a mesma merda.

"Entao nao ha' difamacao."

Bom, já que direito realmente não é sua praia (a menos que a porta da cadeia lá fique), sugiro então dedicação integral à alfabetização funcional e a leitura do trecho:

"Quando o diretor da Folha de S.Paulo, Otavio Frias Filho, foi informado das suspeitas em torno de Luis Nassif, demitiu-o imediatamente. Nesta semana, falei sobre o episódio com Otavio Frias Filho. Ele confirmou."

E aí: cabe ou não cabe processo se o demitido se julgar inocente?

"Por falar nisso, a colonia tem um sem-numero de advogados..."

Quem?

"a colonia..." Impressionante a variedade de lixo humano que vem defender o Nassuf aqui. Eu nao duvido que foi o próprio.

"O, ver voce chamando alguem de burro e' o equivalente a ver o sujo falando do mal-lavado."

Que frase original. Você pensou nisso tudo sozinho?

Processar quem, Alex, o Otavio? O que ele fez de errado? Foi informado de uma suspeita e demitiu. Ponto. Direito dele. Processar o Mainardi? O Nassif ja' tomou acoes contra ele.

Por falar em difamacao, o unico personagem desta historia que tem processo transitado em julgado na materia e'......O MAINARDI! Que alias decidiu se arrancar do pais quando viu a coisa preta. Porque tem uma condenacao criminal, confirmada pelo STF, e ai' perdeu a condicao de reu primario.

Vejam portanto que voces estao tomando a posicao de um delinquente criminal.

E' tambem interessante observar que todo mundo que discorda de voces e' imediatamente atacado como pessoa: "burro", "lixo humano", "analfabeto funcional", etc. Estes argumentos sao tipicamente utilizados por aqueles que nao os tem. Nem tem maturidade suficiente para aceitar opinioes adversas.

Ah, ia me esquecendo: mais uma vez, quem se esconde atras do anonimato NAO e' o Nassif, certo, O?

Paulo Dias Filho-1 de janeiro de 2011 16:12. Que "elite paulista" é essa? Logicamente, deve ser a dos vários próceres do partido do governo que fizeram a vida política e profissional em São Paulo. Por óbvio, informam-se pela Veja, GloboNews e Globo, NYT, BW, The Economist. Não recusando lá aparecer para entrevistas e análises. Aliás, o lulismo, que criou estas fantasiosas figuras, não sobrevive com informações próprias. Mas, sim, de informações de terceiros, rediscutidas e transformadas em discurso político. Com o fim do aríete multiplicador dos discursos políticos, o lulismo tenderá a minguar. Para não sofrer, terá de criar um novo mito. E novas fontes de revisão de fatos e da vã tentativa de reescrever a história do Brasil. No campo da economia, enfim, saber-se-á que não existe uma economia lulista, ou um "lulanomics". Aquela que tinha "crescido com distribuição de renda", um verdadeiro "moto perpétuo jaboticaba". Aquele que disse ser "gostoso ver os EUA, a UE, o Japão, todos em crise". Mas, vem a nova presidente e coloca em seu discurso, o compromisso de erradicar a pobreza que o "lulanomics" dizia ter extirpado, com o fundamental trabalho dela mesma. Bem como, conquistar a estabilidade econômica. Que ela mesma dizia ter o "lulanomics" criado. Por fim, em termos de informações, o "lulanomics" desconsidera "O Ornitorrinco".
Dawran Numida

"O que ele fez de errado?"

Até onde eu sei, nada. Mas, se eu não tivesse feito o que foi afirmado na matéria, e confirmado pelo Frias, eu processaria. Se não foi feito, a melhor conclusão é que as suspeitas eram verdadeiras.

E, sim, insistir nos erros depois de serem demonstrados é coisa de gente burra. Fazer o quê?

E qual seria o crime pelo qual o sr. Frias deveria ser processado?
Exigir funcionarios acima de qualquer suspeita? Ele nunca afirmou nada contra o Nassif.

Alias, atente para a perola logica de seu raciocinio:

"Ate' onde eu sei, nada. Mas...eu processaria."

E depois o burro sou eu...

"Ele nunca afirmou nada contra o Nassif. "

Como eu disse, trata-se de analfabetismo funcional, mas, já que estou de bom-humor, vou colar de novo o trecho. Peça para seu pai ler para você se continuar sem entender o que está escrito. (Pare facilitar seu pai, marquei em negrito o trecho relevante)

"Quando o diretor da Folha de S.Paulo, Otavio Frias Filho, foi informado das suspeitas em torno de Luis Nassif, demitiu-o imediatamente. Nesta semana, falei sobre o episódio com Otavio Frias Filho. Ele confirmou."

P.S. Seu analfabetismo funcional vai além do descrito acima.

1) Eu (Alexandre, atenção) não sei de nada que o Nassif tenha feito de errado, o que não quer dizer muita coisa; afinal de contas eu nem estava lá;

2) Se eu (Alexandre, atenção) não tivesse feito o que Nassif foi acusado de ser feito (achaque) e fosse demitido, por suspeita confirmada pelo Fias, eu processaria o Frias.

3) Quer outra prova de analfabetismo funcional ou duas já bastam?

Pelo analfabetismo funcional, desconfio que seja a besta de Pocos de Caldas em pessoa :)

Quanto ao "lixo humano", nao tenho outra palavra para definir aquele que fez por merecer tal expressão. Diga-se de passagem, o blog do Nassif, assim como outros blogs pro-governo, e' um reduto que atrai um bocado de anti-semitas (bem fácil provar isso) portanto, e' correto afirmar que o blog do Nassif atrai lixo humano.

Que o blog do Nassif atraia gente ignorante ou pouco inteligente, tbem fácil de provar, basta notar a admiração de muitos de seus leitores pelo texto da Besta.

Huumm, jogar a carta anti-semita foi baixo, sinal de que a capacidade de argumentacao esta' mesmo bem pequenininha.

Sobre analfabetismo funcional, eu tambem desconfio que o termo esteja sendo aplicado 'a pessoa errada. Otavio Frias, segundo Mainardi, confirmou que Nassif foi demitido pela SUSPEITA nao pelo achaque.

Aprenda uma coisa, garotao: processar num caso desses e' extremamente complicado, porque voce pode perder numa tecnicalidade, como a citada por mim. Mas o que vai ficar para a posteridade e' que voce processou por difamacao e...perdeu. Pessoas inescrupulosas, que tiram conclusoes precipitadas com o intuito de prejudicar outras, imediatamente fariam grande barulho so' para complicar a vida de seu desafeto.

Por falar nisso, o que voce afirmou no post das 14:09, que Nassif e' culpado de achaque por nao ter processado e' um motivo muito mais forte para um processo difamatorio do que o que o Mainardi (matreiramente) escreveu. Ele e' do ramo, e nao deixou rabo para tras.

Mas agora eu poderei dar a mao 'a palmatoria. Caso o Nassif nao entre com acao legal pelo dito acima, eu concordarei que ele realmente tem algo que nao quer revelado por motivos nao muito bons.

"Por falar em difamacao, o unico personagem desta historia que tem processo transitado em julgado na materia e'......O MAINARDI! Que alias decidiu se arrancar do pais quando viu a coisa preta. Porque tem uma condenacao criminal, confirmada pelo STF, e ai' perdeu a condicao de reu primario."

Essa história sobre o Mainardi é mentira sua.

E o Nassif já foi condenado:

http://www.conjur.com.br/2010-fev-25/jornalista-luiz-nassif-condenado-indenizar-diretor-revista-veja

http://www.conjur.com.br/2009-set-09/stf-mantem-condenacao-luis-nassif-abuso-direito-informar

Volta pro esgoto.

Aliás, como isso aqui se encaixa no dossiê do Nassif?

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/as-doacoes-do-opportunity-ao-pt

"Otavio Frias, segundo Mainardi, confirmou que Nassif foi demitido pela SUSPEITA nao pelo achaque."

Pois é. Se algo semelhante acontecesse comigo, eu processaria, sabendo que sou inocente. Já nosso caro objeto de discussão não o fez. Por que será?

"Huumm, jogar a carta anti-semita foi baixo, sinal de que a capacidade de argumentacao esta' mesmo bem pequenininha."

E por que eu tenho que argumentar com você? E' um pouco de megalomania demais de sua parte achar que eu devo bater boca com você. Mais fácil eu dizer bom-dia para cavalo.

Alex, pela burrice do sujeito, eu cada vez mais estou convencido que e' o tocador de cavaquinho em pessoa. Da' uma cavada no IP da criatura.

"Acuse os seus adversarios daquilo que voce faz; xingue-os daquilo que voce e'."

Vladimir Ilitch Ulyanov

Nao estou bem certo que ter seguidores burros e' prerrogativa do Nassif. Tem um defensor de voces que postou uma bobagem muito grande logo mais acima, o Anonimo 'as 19:22. Ele certamente nao entende o pouco que le.

Mainardi foi condenado sem mais direito a apelacao pelo STF por difamar Paulo Henrique Amorim. O caso entao foi "transitado em julgado", finito. Esta condenacao e' criminal, por isso mesmo o Mainardi perdeu a condicao de reu primario. E' por isso que eu posso dizer sem medo de cometer qualquer deslize juridico que os senhores do blog estao apoiando um delinquente criminal. Isto quem decidiu nao fui eu, foi o Supremo Tribunal Federal.

Nao chamaria o agressivo Anonimo 19:22 de mentiroso. Me parece que agressividade e' a norma aqui. Porque mentir sobre algo que pode ser tao facilmente desmentivel e' coisa de debiloide. Convido aos leitores do blog a digitar "Diogo Mainardi Paulo Henrique Amorim" no Google. O caso e' simples e bem descrito, nao requer grande massa encefalica para entender. Va' sem medo, Anonimo.

O Nassif perdeu EM PRIMEIRA INSTANCIA, seu Anonimo 19:22. O caso esta' sob apelacao. Alias, o mesmo se passou com o Amorim, que perdeu em primeira instancia, mas que acabou vencendo as apelacoes ate' o Supremo.

Agora aqui no blog estao inaugurando um novo conceito juridico, onde a ausencia de um processo comprova falta. O conceito exposto acima, da ausencia de motivos suficientes para substanciar uma acao com meritos pra transitar vencedora, nao e' assim tao sofisticado. Mas voces insistem em ignora-lo. Gostaria muito de ver como um caso desse seria julgado. Vamos ver se o Nassif se habilita.

Me resta ainda uma questao nao esclarecida neste episodio todo, de resto tao lamentavel, de se promover ANONIMAMENTE o linchamento de uma pessoa baseado no relato de um delinquente. A pergunta e': qual o interesse de voces? Porque defesa da "etica" ja' esta' claro que nao e'. Pois quem tem preocupacao etica nao faz denuncia com a mao do gato.

Sera' que voces estao tentando criar uma firma para competir com a Dinheiro Vivo, e ficam usando linchadores por procuracao para denegrir a imagem daquela empresa?

"Sera' que voces estao tentando criar uma firma para competir com a Dinheiro Vivo, e ficam usando linchadores por procuracao para denegrir a imagem daquela empresa?"

Não seria necessário. O próprio-otário faz isto com a competência que lhe falta em todos os demais ramos da atividade humana.

“Sera' que voces estao tentando criar uma firma para competir com a Dinheiro Vivo, e ficam usando linchadores por procuracao para denegrir a imagem daquela empresa?”

Sinto-me ofendido pela sua alegação de que existe alguma possibilidade de eu entrar no “jornalismo de serviços”. Seria um canalha se assim o fizesse, não sou.

“Me resta ainda uma questao nao esclarecida neste episodio todo, de resto tao lamentavel, de se promover ANONIMAMENTE o linchamento de uma pessoa baseado no relato de um delinquente.”

Não entendi o seu argumento. O processo entre o PHA e o Mainardi é completamente irrelevante. O mérito da questão é que Mainardi relatou que o Frias lhe disse (que Nassif teria sido demitido sob suspeita de ser um achacador). E o Frias nunca se retratou.

Agora se você acha que o Nassif não é um achacador, bem é seu direito. Você tem todo direito de achar que o Nassif não vende opinião. E também tem o direito de achar que o BNDES não favoreceu o Nassif na renegociação de seu empréstimo em troca de matérias lisonjeiras. Milhões de brasileiros até acreditam que Jesus transformou água em vinho e fez Lázaro levantar do túmulo.

Quem faz denuncia anonimamente usando escritos de terceiros nao merece muita consideracao etica. Por isso mesmo me estranha que a minha HIPOTESE, e nao alegacao, o tenha ofendido.

Lave a boca antes de falar de Jesus.

Voce nao se identifica, usa os argumentos de um delinquente e se acha portador de algum merito?

Sobre a retratacao do Frias, ele deveria ter se retratado de que mesmo? A palavra "suspeita" faz uma diferenca cavalar. Nem mesmo o cidadao proclamado delinquente pelo STF teve coragem de acusar de achaque diretamente.

Eu nao acho nada sobre o Nassif, eu acho sobre o que li neste blog: linchamento anonimo de uma pessoa acusada por um delinquente. Ponto.

Esses mesmos brasileiros que acreditam no que voce disse, tambem acreditam que Moises abriu o Mar Vermelho.

"Nao chamaria o agressivo Anonimo 19:22 de mentiroso. Me parece que agressividade e' a norma aqui. Porque mentir sobre algo que pode ser tao facilmente desmentivel e' coisa de debiloide. Convido aos leitores do blog a digitar "Diogo Mainardi Paulo Henrique Amorim" no Google. O caso e' simples e bem descrito, nao requer grande massa encefalica para entender. Va' sem medo, Anonimo."

Anônimo do esgoto, você mencionou, além do processo do também condenado PHA, que o Mainardi fugiu do país e fugiu da Justiça ("Que alias decidiu se arrancar do pais quando viu a coisa preta"). Isto é mentira.

Outra coisa, o fato do Mainardi ter sido condenado a pagar uns trocados pro Nassif não apaga o fato de você ser um puxa-saco de um sujeito que vive às custas do dinheiro oficial para falar bem do governo.

Nem o fato dele ter sido demitido por agir como pilantra, como o chefe dele deixou bem claro. Ninguém aqui está questionando a Justiça, mas você defende o malandro, entende a diferença?

O Nassif (ou o PHA) não precisa ser linchado, ele já é um derrotado. O que precisa ser exposto, denunciado, é a farra com o dinheiro público que está sendo feita pra pagar pelos serviços de blogueiros de aluguel.

Mas é claro que isso você não acha um absurdo.

Volta pro bueiro logo, de onde não devia ter saído. Você aqui não tira onda de sabido de Direito (ou de qualquer outro assunto) com ninguém.

Puts "O", que argumento foi esse no final usando os brasileiros e Jesus?

É a mesma coisa que dizer "Milhões de judeus até acreditam que moisés abriu as águas do mar vermelho...", ou seja: Não diz p. nenhuma e ofende os adeptos da citada religião. Moron...

PQP "O", nessa toada tu vai acabar metendo os pés pelas mão e perdendo discussão com nosso amigo notório por ter uma sorte danada nos negócios com estatais. Dada a quantidade e obviedade dos argumentos CONTRA a figura, vai ser um feito e tanto....

P.S.: Deixa o cara falar, não se abale. Você esperava o que? Que ele viesse aqui e deixasse um post do tipo: Poxa galera valeu, é isso mesmo, fui demitido por tentativa de chantagem/ extorsão, hoje vivo de puxar o saco do governo e de inventar mentiras contra seus adversários em troca de contratos gordos com estatais e até mesmo de infusões diretas do leitinho de pata do BNDES. Obrigado!

P.S2: Daqui a pouco ele deve fazer mais um daqueles posts hilários no blog de serviços falando das virtudes premonitorias da obra prima "cabeças de planilha" em geral, e descendo o pau no Alex em particular. É esperar pra ver....

André L

"Lave a boca antes de falar de Jesus."

Por que, jumento?

"É a mesma coisa que dizer "Milhões de judeus até acreditam que moisés abriu as águas do mar vermelho...", ou seja: Não diz p. nenhuma e ofende os adeptos da citada religião. "

Mas por que os adeptos da citada religiao ficariam ofendidos?

“Voce nao se identifica, usa os argumentos de um delinquente e se acha portador de algum merito?”

Sim, para começar eu não sou um imbecil analfabeto funcional como você que não entende o significado da expressão ‘mérito da questão’

“Sobre a retratacao do Frias, ele deveria ter se retratado de que mesmo?”

De nada, afinal se ele disse o que disse para Mainardi e muitos outros, ele deve estar bem seguro de sua posição.

“A palavra "suspeita" faz uma diferenca cavalar.”

Não, não faz.

“Esses mesmos brasileiros que acreditam no que voce disse, tambem acreditam que Moises abriu o Mar Vermelho.”

Você demonstra ser analfabeto funcional, provavelmente racista e certamente ignorante de leis básicas de gramática. Cada vez mais eu acho que você é a besta de Poços de Caldas em pessoa.

Meus caros,
Vocês estão cometendo um erro muito grave. Não escrevi o post (claro) nem tenho procuração de ninguém para analisar o "verdadeiro" conteúdo do post. Mas me parece que este fala sobre o CONTRATO SEM LICITAÇÃO DO NASSIF COM A PETROBRÁS DE QUASE UM MILHÃO!!!!!!! Vamos repetir: CONTRATO SEM LICITAÇÃO DO NASSIF COM A PETROBRÁS DE QUASE UM MILHÃO!!!!!!! Uma vez mais: CONTRATO SEM LICITAÇÃO DO NASSIF COM A PETROBRÁS DE QUASE UM MILHÃO!!!!!!! E, por fim, mais uma, maestro: CONTRATO SEM LICITAÇÃO DO NASSIF COM A PETROBRÁS DE QUASE UM MILHÃO!!!!!!!
O artigo do Mainardi é uma pequena citação em nota de pé-de-página, não? Temos que discutir como alguém (sem credibilidade profissional - em qual grande veículo de comunicação privado ele está?) é brindado com mais um contrato público milionário sem licitação! Alguém ainda disse que ele não é economista. Isto torna ainda mais grave as coisas, não?
Esta cortina de fumaça que alguns indignadozinhos vieram colocar nos comentários (se deve-se ou não processar alguém por suspeita) deve ser rechaçada. O ponto básico é: POR QUE ESTE CONTRATO????????
Saudações
PS: Os casos contados, a boca pequena, nos círculos profissionais de economistas sobre o mão peluda (os quais não tenho meios de averiguar sua veracidade) são muito graves. A imensa maioria das pessoas que frequentam este blog já deve te-los ouvido.

Voce deveria lavar a boca antes de falar de Jesus porque voce sua sobrevivencia depende da fe' crista. Entao deveria have um minimo de respeito, ate' por uma questao de auto-preservacao.

"Entao deveria have um minimo de respeito, ate' por uma questao de auto-preservacao."

Como diria o imortal Beavis: "are you threatening me"?

Este comentário foi removido pelo autor.

Polícia Federal no vagabundo?

Para vocês verem como as coisas descambam, espero, a contragosto, por veredas desnecessárias; um post sobre os cidadãos Mainardi e Nassif, decaiu sobre os "milhões que crêem no Senhor Jesus e um milagre e Moisés e outro milagre".
Só queria mencionar que, a despeito de toda a grandeza de Moisés - sua liderança na libertação do Egito e condução do povo hebreu (povo eleito por Deus), sob forma miraculosa, dia e noite, pois Jeová estava com ele - foi privado, por um erro, de entrar na Terra Prometida, bem como toda aquela geração de israelenses, da idade de 20 anos para cima, exceto Josué e Caleb.
Que isto sirva de lição! Principalmente a mim, sempre.
Como recompensa a Caleb, quenezeu (ele não era judeu de nascimento!), por ter servido integralmente a Jeová, foi lhe dada a cidade de Hébron, ex-cidade de Arba, o grande homem entre os anaquins (povo de elevada estatura).