teste

domingo, 22 de abril de 2012

I am sorry 2 bother you but...

... Together wendy we'll live with the sadness
I'll love you with all the madness in my soul
Someday girl I don't know when we're gonna get to that place
Where we really want to go and we'll walk in the sun...



Reações:

8 comentários:

Alex,

Vai falar nada sobre a canetada para redução do spread no Brasil?

O povo tá ansioso por seus comentários, na esperança de que sejam honestos...

PT

Não é um Pablo Milanés, mas é bom.
Maradona

Definitivamente este "O" é um mané.

Emprestando, Anônimo-23 de abril de 2012 13:26, parte do comentário de paulo araujo:

""De paulo araujo em 21 de abril no A Mão Visível
Etienne De La Boétie escreveu no século XVI obra atualíssima até hoje: Discurso da Servidão Voluntária.
“A amizade é uma palavra sagrada, algo santa. Só existe entre as pessoas de bem. Nasce de uma estima mútua e continua muito mais pela honestidade do que pelas vantagens obtidas com ela. Um amigo está seguro do outro porque conhece sua integridade e tem como garantia sua boa natureza, sua lealdade, sua firmeza. Onde houver crueldade, deslealdade e injustiça não poderá haver amizade. Se os capangas se juntam, o que se forma é uma quadrilha, não uma sociedade. Capangas não se amam. No bando, cada um teme o outro. Não são amigos, mas cúmplices.” [La Boetie]
21 de abril de 2012 12:41""

Anônimo engraçadinho,

Se a (possível) redução dos spreads bancários é um verdadeiro maná, por que cargas dágua o Mantega levou 10 anos para tomar essa medida?

"porque cargas d'água..."
Porque o presidente era o Lula.

Nós temos uma longa história com o uso de bancos estatais para atingir objetivos de curto prazo de política econômica. Se fossemos um pouco mais espertos, teríamos aprendido. Mas não somos. Nosso capital humano é tão baixo que idiotas como o Leonardo da Vinci da 9 de julho recebem tratamento de intelectuais respeitáveis. Então entretemo-nos com os mesmos erros de 20, 30 anos atras. Até os personagens são os mesmos, o mesmo Luciano Coutinho responsável pelo desastre da Lei da Informática é agora o responsável pelo banco dos frigoríficos... O velho Sarney coisa-ruim... Que tristeza.

Aproveitando a oportunidade, até que ponto tal redução na média da taxa de juros cobrada pelos bancos comerciais, representam, de fato, uma redução da margem de intermediação e não uma "resposta" as reduções continuas da SELIC?

Há alguma relação? Ou nos modelos mais sofisticados a SELIC não é considerada?