teste

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Apelo aos professores Gala e Rocha

Em meados de dezembro, em minha primeira contribuição a este blog, eu analisei um artigo de Paulo Gala e Marcos Rocha, ambos autores da EESP/FGV.

Como de costume quando comento sobre as tentativas de pesquisa empírica da quermesse, eu encontrei farto material merecedor de críticas de natureza metodológica (por exemplo, entre outras maluquices, os autores regrediram a taxa de poupança doméstica na conta corrente, que por construção é igual a diferença entre a taxa de poupança e a taxa de investimento).

Entretanto, uma critica que fiz até agora me embrulha o estômago. Na Figura 1 do artigo, os autores mostram uma linha de regressão que aparentemente não tem nada a ver com a dispersão dos dados. Comentei até, com algum sarcasmo: “Deve ser um daqueles pontos em que a ciência encontra sua intersecção com a arte.”

Entretanto, arrependo-me do comentário sarcástico, e gostaria de oferecer uma oportunidade para os professores Gala e Rocha oferecerem uma defesa.

Afinal, é bem possível que meus olhos tenham me enganado e a reta de regressão que os autores postaram reflita de fato o relacionamento entre as variáveis. Se os autores enviarem-me o arquivo com os dados (email: oanonimo2009@live.com), eu posso verificar essa possibilidade e testemunhar a favor dos autores.

Também é possível que os autores tenham se enganado no código do STATA e acabaram, acidentalmente, elaborando um gráfico mostrando uma reta de regressão que não corresponde à dispersão de pontos no gráfico. Quem trabalha com pesquisa empírica sabe que snafus são bem corriqueiros.

Outra possibilidade, ainda que mais remota, é que algum inimigo pessoal desses autores tenha sabotado o documento que eles submeteram à comissão de seleção do encontro da ANPEC.

Vamos torcer para esse blog ter visibilidade suficiente entre os ilustres professores da quermesse brasileira e o recado chegue aos professores Gala e Rocha. Afinal, seria bem desagradável se o meu post de dezembro levantasse dúvidas sobre a honestidade acadêmica desses pesquisadores. Eu pessoalmente acredito que deve ter sido algum erro no código do STATA! Esperemos por alguma resposta.

Reações:

38 comentários:

Será que eles chegaram a usar o Stata?

Não é mais fácil mandar um email direto para eles?

"Não é mais fácil mandar um email direto para eles?"

Mais fácil, sem dúvida, mas certamente não tão engraçado.

Caro O,
Honestidade acadêmica indiscutível de ambos !
Não é por causa de erros que iremos discutir esta qualidade.

Acho que você se empolgou ao apontar um (quase certo) erro e relacioná-lo à desonestidade.

"Não é mais fácil mandar um email direto para eles?"

Muito bem pensado!

"Acho que você se empolgou ao apontar um (quase certo) erro e relacioná-lo à desonestidade."

Que desonestidade? Posso lhe garantir que não existe desonestidade acadêmica ao sul do Equador!

Uma vez que estamos nesse momento lúdico, sugiro a leitura dessa tese aqui ....

http://www.eumed.net/tesis/2007/psosg/indice.htm

...tem alguns gráficos bem legais também....

abs

Rogério Ceni

Não dá para falar bem do "Valor Econômico"...os caras são incríveis....agora arrumaram um professor de "Operações" da FGV/SP para defender o artigo do prof. emérito sobre a doença dos holandeses....já esgotaram a EESP (tem gente séria lá e que não se presta a esse papel ridículo), agora estão indo para a EAESP...daqui a pouco vão pedir um artigo para o Nassif....Deus do ceú!!!


abs

Rogério Ceni

Alex, que tal só vc voltar a postar nesse blog?

Depois que esse O entrou, o nivel caiu muito...

O nível caiu? Esse blog ta melhor do que nunca.

abs, Lucas

"Depois que esse O entrou, o nivel caiu muito..."

É verdade !

Robinho

Caro "O",

Mesmo depois de tanto tempo que eu estive fora você continua a escrever suas besteiras.

Você nem mesmo conseguiu bater no post do Marconi sobre a DH agora está desafiando o velho Gala?

Acho que em primeiro lugar você deveria se identificar, dizer suas titulações para assim ser levado a sério. Afinal, os professores a quem vc está dirigindo criticas estão em evidencia na midia com suas titulações e acima de tudo, NOME.

Mas e quanto a vc?

Vai ficar se escondendo na sombr do Alex até quando?

E vc Alex, sinto falta dos posts bem eleborados, que fica claro que você gastou algum genialidade para escrever.

Sim, de fato o blog está caindo de qualidade !

Volta Big Bald!

"KY"

Também acho que o nível caiu muito. Desde que "O" entrou, as discussões são mais sobre o trabalho dos outros do que sobre a condução/situação das economias brasileira e mundial.

"O", onde estão seus trabalhos para podermos apreciar?

"O", mostre competência e abra seu próprio blog.

Mostre coragem a saia do "oninamato".

Você parece criança: agride aqueles que você não gosta e se esconde atrás de alguém, no caso, atrás do Alex.

Alex, você não precisa desse sujeito.

Saudações,
Eduardo.

“Mesmo depois de tanto tempo que eu estive fora você continua a escrever suas besteiras.”

Então você achava que eu escrevia minhas ‘besteiras’ para tentar lhe afastar do blog?

“Você nem mesmo conseguiu bater no post do Marconi sobre a DH agora está desafiando o velho Gala?”

Tá bom, então.

“Acho que em primeiro lugar você deveria se identificar, dizer suas titulações para assim ser levado a sério. Afinal, os professores a quem vc está dirigindo criticas estão em evidencia na midia com suas titulações e acima de tudo, NOME.”

E viva o argumento de autoridade!

“Mas e quanto a vc?”

Eu já disse: sou um João-ninguém.

“Vai ficar se escondendo na sombra do Alex até quando?”

Até eu mudar de idéia? Que tal?

“E vc Alex, sinto falta dos posts bem eleborados, que fica claro que você gastou algum genialidade para escrever.”

Cuidado para não engasgar quando engolir.

“Volta Big Bald!”

Epa!

‘"O", onde estão seus trabalhos para podermos apreciar?’

Na internet, em journals, ora bolas!

‘"O", mostre competência e abra seu próprio blog.’

Ninguém precisa de competência para abrir seu próprio blog.

‘Mostre coragem a saia do "oninamato".’

Envie-me um e-mail com seu nome e currículo e conversamos.

“Você parece criança: agride aqueles que você não gosta e se esconde atrás de alguém, no caso, atrás do Alex.”

Escreva para mim com seu e-mail oficial, nome e currículo e nós conversamos, ok?

Um anônimo falou de evidência na mídia.

Ah, a ilusão da evidência na mídia ... O Mantega está. O Celso Amorim também. O Bresser, o Nakano, o Delfim, todos têm. O Gala não, mas tudo bem, porque ele não fala nada melhor que essas sumidades. Para quem duvida, peguem a tese dele, disponível na internet.

"Envie-me um e-mail com seu nome e currículo e conversamos."

"O",

Você é o perfeito pseudo-acadêmico: utiliza-se da "eloquência" para distanciar-se dos "normais". Vamos discutir ideias, não currículo. Afinal, o objetivo do Blog é economia, não RH.

Você é do tipo que estraga a econommia, pois a trata como religião, partido político, futebol... Economia é ciência.

Você é tão fraco como pessoa que no seu perfil você precisa dizer que fez doutorado em uma "top 10". Desça do seu salto alto. Pare de criar "barreira" aos que discordam do seu ponto de vista.

O que desejei com a mensagem anterior é que esse blog já foi melhor sem a participação do "O", que apenas expressa rancor a pessoas que discordam do seu ponto de vista.

Alex, desculpe-me por utilizar o espaço de comentários para isso. Acho que você deve ter os seus motivos para permitir que o "O" pegue carona em um veículo que já é referência.

Att,
Eduardo.

"Depois que esse O entrou, o nivel caiu muito..."

Que malas... o "O" sempre participou do blog através dos comentários. E parem com essa bobagem de perguntar as credenciais do "O"! Prestem atenção nos argumentos e pronto. Tanto faz se ele é economista formado em escola top 10 ou professor de literatura...

abraços, Zamba

Eu sei que o "O" não precisa de defesa, porque ele faz isto muito bem sozinho.

Mas qual é a diferença entre o "O" ser autor ou ser um comentarista no blog? Não vejo grandes diferenças.

Antes dele ser um autor no blog, cada comentário que ele fazia gerava grandes repercussões. Agora ele só ocupa um espaço maior.

O próprio Alex já colocou vários comentários do "O" na forma de post. E desde muito tempo ele é um dos grandes polemistas aqui.

Como ele tem conhecimento e capacidade de argumentação, ganhou o espaço que ocupa hoje.

Não percebo alteração no conteúdo do blog. Mudou um pouco o formato das postagens, isto é verdade. Mas o que seria um comentário, agora vem na forma de post.

Então não vejo sentido nesta discussão se o blog piorou ou melhorou, porque o "O" sempre participou. Não há um cenário sem o "O" para compararmos. E você imaginar alguns posts sem os comentários do "O", é empobrecer o blog.

E não vejo sentido em querer saber as credenciais, pois não é isto que vai invalidar as críticas que ele faz. É só rebater as críticas, a acabou a conversa (mas aí alguém poderia dizer que não vale a pena responder a um anônimo...)

Aqui no blog há outros bons comentaristas, que participam menos que o "O", mas que também contribuem significativamente (há vários, entre eles o Vladimir, que escreveu a parábola da Pirulitobras), que poderiam ocupar também este espaço.

E sobre o anonimato do "O", isto deve ser relativizado. O anonimato é uma situação em que a pessoa não quer ser identificacada e nem localizada. Mas no caso do "O", sabemos o email dele, o blog que ele participa e o pseudônimo dele. Quer falar com ele, é só escrever aqui no blog ou no email dele, que ele de prontidão responde.

Então, correndo o risco de ser chamado de bajulador, vamos dar um salto nesta discussão e voltarmos ao que este blog faz de melhor, que é o bom debate econômico.

E quando o próximo for questionar as credenciais do "O", junto com o questionamento, rebata também as críticas feitas por ele. E quanto aos frustrados, fica o desafio de tentar ser melhor que ele.

“agora está desafiando o velho Gala?”

Essa foi boa... ‘velho’?! Ele obteve o doutorado outro dia mesmo. Nem sei se ele é gordo, magro, alto ou baixo, mas velho com certeza ele não é.

Em outras palavras, se o Gala é velho, eu sou caquético.

Gostei da entrada do O no blog. Acho bastante válida a discussão de papers ""acadêmicos"" da quermesse. É com base nesse amontoado de bobagens que muita sugestão de política no Brasil é feita.

"Acho que você deve ter os seus motivos para permitir que o "O" pegue carona em um veículo que já é referência."

Eduardo:

O "O" não pega carona. Pelo contrário, é mais um remando o barco.

Abs

Alex

“Você é o perfeito pseudo-acadêmico: utiliza-se da "eloquência" para distanciar-se dos "normais". Vamos discutir ideias, não currículo. Afinal, o objetivo do Blog é economia, não RH.”

Mas é você que está reclamando de meu anonimato!

”Você é do tipo que estraga a econommia, pois a trata como religião, partido político, futebol... Economia é ciência.”

Viajou no pirão.

”Você é tão fraco como pessoa que no seu perfil você precisa dizer que fez doutorado em uma "top 10". Desça do seu salto alto. Pare de criar "barreira" aos que discordam do seu ponto de vista.”

Bonitão, top 10 não é algo que se herda ou se ganha do papai, é algo que se conquista com trabalho e suor. Posso contar papo a vontade, sabe por que? Porque eu posso.

”O que desejei com a mensagem anterior é que esse blog já foi melhor sem a participação do "O", que apenas expressa rancor a pessoas que discordam do seu ponto de vista.”

Não sei onde está o rancor. Rancoroso seria eu se deixasse os ilustres professores distraídos ou sabotados persistirem no erro.

”Alex, desculpe-me por utilizar o espaço de comentários para isso. Acho que você deve ter os seus motivos para permitir que o "O" pegue carona em um veículo que já é referência.”

Eu estou pagando uma nota preta para o Alex deixar eu escrever...

"O", eh melhor vc se revelar, senao alguem vai revelar sua identidade por vc. Isso é facil facil descobrir via internet... Ai sim vai ser ridiculo pra vc...

"O",

tome cuidado agora, o ultimato foi dado. A ABIN deve estar arapongando você.

Só a banca examinadora da tese do Gala já é uma preciosidade...

O nível do blog caiu muito.

Produção do Programa do Ratinho.

""O", eh melhor vc se revelar, senao alguem vai revelar sua identidade por vc. Isso é facil facil descobrir via internet... Ai sim vai ser ridiculo pra vc..."

É bem fácil mesmo. Basta você me enviar um e-mail com seu nome e telefone, que nós conversamos.

Quanto a ser ridículo... por quê?

Engraçado que vários mandam posts afirmando que o nível do blog caiu.
E vocês acham interessante para alguém esses posts que não falam de economia, mas do identidade do "O"?

"Cuidado para não engasgar quando engolir."

Acho que quem anda engolindo alguma coisa nesse blog é você e o Rogério Ferreira.

Dizer que você está "panguando" no blog é o minimo que se pode fazer.

Quanto ao Rogério, assim como você nunca ouvi falar.

Acho que o Gala é mais famoso, desde o famoso Galeto até a FGV.

KY

"O": Economista ou sociólogo do desenvolvimento?

“Acho que o Gala é mais famoso, desde o famoso Galeto até a FGV.”

Tu és um morão? É lógico que o Gala é mais famoso, afinal eu sou anônimo, oras!

um trecho de um texto do grande friedman....

"Gentlemen, it is a disagreeable custom to which one is too easily led by the harshness of the discussions, to assume evil intentions. It is necessary to be gracious as to intentions; one should believe them good, and apparently they are; but we do not have to be gracious at all to inconsistent logic or to absurd reasoning. Bad logicians have committed more involuntary crimes than bad men have done intentionally.'`

fonte: http://www.druglibrary.org/special/friedman/war_we_are_losing.htm

hahaha

quantos energumenos..

é evidente q o "O" é o alter ego (ou pseudonimo como preferirem) do Alexandre Chuartsmam..
Depois de ele ter o rabo comido por causa das críticas ao Nakano nada mais conveniente que terceirizar o serviço a um anônimo...

po voltae big bald!

"é evidente q o "O" é o alter ego (ou pseudonimo como preferirem) do Alexandre Chuartsmam.."

Na verdade, eu é que sou o alter ego do Birner

http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/

Caro "O",

de fato, dá para perceber que você tem boa bagagem teórica, boa formação e bons argumentos. No entanto gostaria de comentar quando disse:

Bonitão, top 10 não é algo que se herda ou se ganha do papai, é algo que se conquista com trabalho e suor. Posso contar papo a vontade, sabe por que? Porque eu posso.

Na verdade, você tem muito mérito por isso, mas seus pais também. Você teria alcançado isso se seus pais não tivessem lhe pago bons colégios e dado boas oportunidades de crescimento profissional? Ou seja, se você tivesse nascido em uma família de classe média baixa, teria chegado onde chegou?

Em um país como o Brasil, sabemos que meritocracia é uma palavra muito distorcida em vários momentos.

Por que você assume que eu estudei em colégio pago?

Ou que eu não vim de família de classe média baixa?

Ok "O", então vamos supor que você tenha vindo de uma família de baixa renda que não teve nenhum auxílio para chegar onde está. Eu lhe diria: meus parabéns!!!
Por outro lado, para uma pessoa que sai de um nível baixo em termos de renda e consegue fazer um doutorado nos EUA em uma top ten e exala arrogância eu diria: não aprendeu nada nessa escalada? os outros olhavam de cima para você e agora faz ainda pior...
Se for apenas mais um filhinho de papai, eu diria: você acha que conseguiu tudo sozinho e que é o máximo! Teve ajuda do papai, mas não reconhece. Fora isso, será que isso é tudo? Se você acha que sim, está muito pobre de espírito... Arrogância não é uma qualidade, por mais que as pessoas, hoje em dia achem que é...
Mas se você é bom mesmo, o que me diria de uma comparação com Krugman? Mesmo Krugman é muito pequeno perto de Keynes ou Marshall. E estes perto de Einstein ou Newton? E os últimos perto de Cristo? Sei que este não está relacionado (pelo menos diretamente) à ciência, mas não podemos negar a importância dele para o mundo perto dos demais. E pensar que ele era tão humilde...
Parece que você não é tão grande assim, e ainda tem um ego bem maior...