teste

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Sexta instrumental

Lá do fundo do baú. Steve Howe em Montreaux tocando Mood for a Day.



Reações:

8 comentários:

Alexandre, salvou a semana horrivel!!!! Nunca tinha visto ao vivo, nem sabia se existia versão assim

Tem uma Clap no youtube e a legenda do vídeo diz Montreux 1979. Esse Mood for a Day postado é do mesmo Montreux

Há uma Clap de 1975. A camisa de seda esvoaçante dele e a plateia confirmam :).

O violão é o mesmo mas o cabelo não. Mais longo e liso.

Segue a Clap de 1975

http://www.youtube.com/watch?v=YgmYNi5Nnsk







Grande howe, adoro também "the clap".
Um abraço Alexandre!

Alex,

sabe onde eu consigo uma lista de quais contas eu devo limpar do balanço fiscal do governo central divulgado pelo Tesouro, para obter os dados fiscais sem manobras?

Obrigado

A versão de Clap no link abaixo é tocada pelo Steve Howe em um DVD que ele gravou tipo aula.
Não aparece o rosto dele, mas para quem tem jeito para violão, é uma ótima vídeo aula.

http://www.youtube.com/watch?v=1KN2qvtosmM

Howe disse em entrevistas acho que muitos anos depois do lançamento do Yes Album (1971) que fez Clap num estilo Chat Atkins, que ele ouviu a primeira vez quando tinha 16 anos.

Quando o álbum saiu em 1971 foi complicado descobrir e entender o que Clap fazia al1. Só muitos anos depois é que o quebra-cabeça foi montado. Hoje com a Internet fica bem mais fácil.

Para quem gosta, este vídeo abaixo com os três os 4 grandes guitarristas americanos dos anos 50/60, que influenciaram todos os ingleses que a gente conheceu desde Beatles, RS e todo rock e blues inglês dos anos 70

Chet Atkins Albert Lee James Burton I Got a Woman

Se não conhecem tentem descobrir que é quem :)

http://www.youtube.com/watch?v=Fzppllg_CDI

E falta um que eu vim conhecer já bem depois e há poucos anos.

e o 4º é Roy Buchanan

Ganhou aos 9 anos do pai uma Rickenbacker.

Uma entrevista muito legal de 1972 na guitar player que nessa época era uma raridade no Brasil. Hoje tem na internet. Aproveitem:

http://www.guitarplayer.com/article/gp-flashback-/may-2011/4141

E um show dele em Austin em 1976

Atenção para quando ele para de usar mão direita porque vai pegar um copo de cerveja e, claro, tomar um gole. Vejam o que ele faz só com a esquerda. Eu nunca via nada parecido. Começa em +ou- 05:44



É Chet (Chester) e não Chat.

Esqueci de colocar o link para o vídeo do show do Buchanan. Lá vai:

http://www.youtube.com/watch?v=v4e2VgycfSw

E tem o documentário Introducing Roy Buchanan feito por uma TV americana em 1971 que eu acho que deu origem à entrevista na Guitar Player.

Youtube é bárbaro

parte 1 http://www.youtube.com/watch?v=c3ZfQ47sISo

parte 2 http://www.youtube.com/watch?v=Edld2Yo4ebc&feature=relmfu

parte 3 http://www.youtube.com/watch?v=7N9qTFiVWaw&feature=plcp&context=C433e133VDvjVQa1PpcFPlP_wsvgTqS5pjAeeox6y7p3DdhQOzW7A=

O cara era bem esquisitão. Recusou convite dos Stones:

Is it true you turned down an offer to work with the Rolling Stones?

Yes. That came about through my first manager, Charlie Daniels. I never actually met the Rolling Stones, but they had heard of me some way or another. They mentioned to Charlie that they wanted me to tour with them. The main reason I decided not to go with them—beside the fact that I don’t want to travel—was that I didn’t know the material, and I didn’t figure I could do the job right. To sit down and learn all those songs—that would have taken a lot of work. I guess I’m lazy. I figured that there were other people who knew the music better