teste

segunda-feira, 5 de março de 2012

Pedaço da minha entrevista ao Conta Corrente hoje (5/mar)

O link para o vídeo está aqui. E a continuação (obrigado Rafael) aqui.

Reações:

13 comentários:

Segunda parte:

http://g1.globo.com/globo-news/conta-corrente/videos/t/todos-os-videos/v/ex-diretor-do-bc-analisa-a-previsao-dos-juros-futuros/1843185/

Disse tudo o que tinha pra falar, muito boa sua participação no programa, mais uma vez!

Alex o que você acha da declaração do Armínio Fraga "de que um banco central moderno pode fazer ajustes na politica monetária também mirando crescimento"? Pelo menos foi isso que a jornalista falou, afinal a entrevista completa dele ainda não foi ao ar.

oi Alex!!

1- as pessoas assistem seus comentários pq vc diz a verdade e não esse blá...blá...blá que esses caras desejam que aceitemos.

2- tá na hora de vc falar p/ o vidor:
pq não te calas??

[ ]'s
JCW

O Vidor parece que não cansa de apanhar...a cada ida do Alexandre ao programa, é uma paulada.

3.5% de juros reais, operando a pleno emprego, é nada mais que uma piada.



The Anchor

Mais uma vez, a perfeita combinação entre brilhantismo e clarividência, objetividade e competência. Pena que o obscurantismo pátrio seja uma muralha intransponível para os verdadeiros talentos.
Parabéns e continue!

O preço de não crescermos abaixo de 2% foi ter mais inflação!!

Entendo que previsão de inflação para 2013 é apenas especulação. A trajetória da inflação caiu, e tem posts teus de alguns meses dizendo que em Abril veríamos o impacto dessa política monetária. Gosto dos seus comentários, mas vc está insistindo demais neste ponto contrariando os fatos. Concordo que o BC não mira a meta, mas ela está cada vez menos distante.

E veremos: a demanda acelera com mais força ao final deste trimestre e começo do próximo e o PIB em seguida. A inflação para de cair e retoma a trajetória ascendente no segundo semestre. Quem viver verá...

Que tipo de inflação de custo ou demanda?

Não existe inflação de custo...

Aí muda-se a meta para 5,5% extraordináriamente para 2012 e 2013, medidas pontuais de aperto no crédito e os juros voltam para 9,75% (tem o fetiche do 1 dígito). Sem stress...
Maradona

Alex, bela entrevista e bela "nova" silhoueta ..

totalmente de acordo com tudo que disse e apesar do BC ter "apenas" que cuidar da inflação, está claro que deixou isso de lado.

Acha que com uma inflação mais perto de 6%, quem sabe com expectativa acima disso pro ano que vem, o BC sobe os juros ou aí vai ficar mais explicito que a meta não é 6,5% e sim ao rdeor de 6,5% ?

abraços

teco