teste

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A volta dos que não foram

02/09/2011 - 15h01

Mantega acena com estímulo fiscal em 2012

Isabel Versiani e José de Castro
Comentários1
BRASÍLIA, 2 de setembro (Reuters) - O governo poderá adotar medidas de estímulo fiscal no próximo ano se necessário para garantir um crescimento de 5%, afirmou nesta sexta-feira (2) o ministro da Fazenda, Guido Mantega.
Segundo ele, a sólida posição fiscal do Brasil, aliada a taxas elevadas de juros e compulsórios, dão ao país condições para lidar com o cenário internacional adverso sem comprometer o crescimento.

Mantega: ajuste fiscal fortalecerá País contra crise



22 de agosto de 2011 | 22h 13
RICARDO LEOPOLDO - Agencia Estado
SÃO PAULO - São Paulo, 22 - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que o governo vai utilizar o processo de ajuste fiscal para tornar o Brasil mais forte e resistente aos eventuais efeitos da crise internacional sobre o País. "Política fiscal ficará mais na defensiva. Assim vamos estabelecer uma política monetária mais ativa", destacou. "Temos compulsório e taxas de juros elevados, que os países desenvolvidos não tem à disposição, que poderiam ser usados para enfrentar uma situação delicada".
- Tem que fazer ajuste fiscal para responder com política monetária
- Tem razão, vamos gastar mais no ano que vem
- Aí, gastando mais o juro pode cair
- O que estamos ajustando mesmo?




Mantega: fiscal adjustment will strengthen the country against crisis
- You have to make fiscal adjustment to respond with monetary policy - is right, we'll spend more next year - So, spending more interest may fall - What are we setting it?

Reações:

8 comentários:

minhas ntn-bs me deram mtas alegrias ontem e hoje.

to vendendo agora, quem dá mais?

abs

Essa imagem é muito boa!!

Parece que agora dois outcomes:

i - Ou vem um crise a la 2008, e a aposta do BCB dá lucro;

ii - Ou vamos correr atrás da meta até sabe-se lá quando, com copa e olimpiadas por ai.

Dou o braço a torcer ao cenário alternativo do O, com IPCA em 8% para 2012..



The Anchoe

hahahahah.......vou nao...quero não...posso não......ou seria vou sim.....quero sim.....posso sim.......depois de Malan, Gustavo Franco, Arminio.....é isso que merecemos !

Eles estao fazendo tudo o que podem para trazer uma crise cambial. Aguardemos um bocadinho.

Em todo caso, o Brasil vai aprender sobre a necessidade de competencia na conducao economica. Presidente voluntarista e bem-intencionado por si so' nao basta.

Abracao

Holy cow! Se eu o chamar de bipolar seria um elogio.

Fico pensando em que raio de livro o Mantega estudou!!!

Fernando:

Impressão minha, ou você realmente conjugou "Mantega", "livro" e "estudou" na mesma frase?

Abs

É verdade Alex, acho que nesse caso eu recorri de uma "licença poética".
A melhor definição que eu ouvi até hoje sobre o Mantega diz que ele é "ministro de economia doméstica".



Abs