teste

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Mais GloboNews

Sábado (28/jan) às 23:00 estarei no Painel da GloboNews. Se der, publico o vídeo.

P.S.

Primeira parte



Segunda parte

Reações:

35 comentários:

Agora os heterodoxos tem uma publicação só pra eles:

http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/1039683-revista-da-errologia-publicara-pesquisas-cientificas-que-falharam.shtml

Hp

Alexandre, sua defesa da globalização é rizível. Para aprender o que é exatamente a globalização para os chineses, você deveria nascer no lugar de um deles. Não fala besteira, Japão e outros países jamais tiveram esse nível de atrocidade contra trabalhadores. Quando a globalização chegou perto desses países atrasados, não deu nem tempo nem dará deles se beneficiarem temporariamente de alguma melhoria social, que nunca foi mobilidade, totalmente inexistente mesmo nesses países. Japão, Alemanha e Estados Unidos são as maiores economias estatais conhecidas.

Essa falsa intelectualidade de pessoas como você, totalmente inútil para os problemas enfrentados pelas pessoas comuns, é muito cansativa.

Ouvindo suas palavras e dos seus pares dá para entender porque a humanidade está na situação grotesca atual. O mais estranho é que as causas dos problemas são consideradas soluções por vocês, ou seja, a sua falsa ciência jamais nos levará a lugar algum.

Aê Big Bald,
fazia tempo que não via vc publicamente...ta mais magrinho..ta parecendo o Neto ex jogador do corinthians.
Mas o brilhantismo continua o mesmo na inteligência e na careca..

Abs, KY

"Para aprender o que é exatamente a globalização para os chineses, você deveria nascer no lugar de um deles. Não fala besteira, Japão e outros países jamais tiveram esse nível de atrocidade contra trabalhadores"

Tem razão. O bom mesmo é morrer de fome como nos gloriosos anos sob a Camarada Mao...

Putz,
o cara do segundo post pegou pesado..É um pouco de mais relegar a vc e aos seus pares a desgraça da humanidade...

Curti a parte que vc "introduz" à entrevistadora o lance sobre a biologia evolucionária...

boa sacada!

KY.

Alexandre,
tirante suas intervenções que foram realistas e positivas, os outros dois são sonhadores, platonistas que sonham em implantar no planeta um governo central único. A uniformidade do pensamento único também faz parte das ideias desses caras.
Afirmar que o discurso do Obama foi ótimo já explica que são eles.
AC

Alexandre, seu argumento de que é preferível ser explorado na Foxcom do que morrer de fome nas plantações de arroz (foi isto que eu entendi) é um desrespeito a minha e a sua inteligência.
O mesmo argumento é/foi utilizado para justificar o trabalho escravo.
É por isto que inventaram salário mínimo, jornada de trabalho de 40 horas e outros tantos direitos que se dependessem de pessoas como você, acabariam da noite para o dia.
Ass:
Gustavo Amora - Cientista Político, Brasília - DF

"É por isto que inventaram salário mínimo, jornada de trabalho de 40 horas e outros tantos direitos que se dependessem de pessoas como você, acabariam da noite para o dia."'

Nãnãninã: se dependessem do Partido Comunista Chinês não sairiam do papel...

E, na boa, para quem não está sentado em Brasília, não tenha dúvida que é preferível trabalhar na Foxconn que morrer de fome...

Pergunte aos chineses porque eles preferem trabalhar como semilegais lá a ficar na aldeia natal...

Alex,
Você acha que essas mudanças analisadas por vocês na entrevista podem ser o anúncio da volta da heterodoxia econômica à ortodoxia da administração global?
Quero dizer: vc acredita que logo estaremos nos deparando com um período de mais controle social e econômico desfarçado de democracia e menos liberdade?

Relógio bacana, que modelo é que eu quero um.

Alex,

Parabéns pela calma. Incrível como você tem paciência com o senso-comum econômico atual. Parabéns mesmo.

Só não gostei da analogia com o evolucionismo. Vou explicar porque.

A idéia de mutação genética como "motor" da evolução é apenas uma forma de tapar o furo criado pelo desenvolvimento da genética. Ela é apenas teórica e nada mais. Não existe nenhum caso observado de mutação genética que seja benéfico. Palavras do próprio dawkins.

Depois do desenvolvimento da genética chegou-se a conclusão de que a hereditariedade era "fixa" em sua estrutura. A solução para esse furo é a tal da mutação.

Você daria um salto epistemológico se caísse a ficha de que fomos criados por um ser superior. Passamos a observar a economia como algo teleológico. E tudo começa a fazer mais sentido.

Até

Alex,

concordo com o anônimo das 23:49. Está na hora de você se render ao nosso criador, o grande spaghetti.

Aceitar um ser superior e, principalmente, passar a aceitar que temos um enviado especial no BC para acabar com os juros reais anormais no Brasil. Aceita o Tombini no seu coração!!
Maradona

Parabéns Alex. As idéias apresentadas foram racionais e lógicas.
Esta turma que defende regimes ditatoriais, familiares e sanguinários (Cuba), demagogos e populistas (Venezuela), que não permitem a liberdade de expressão (China, Cuba, Coréia), a de ir e vir (os mais atrasados, Coréia e Cuba), não param para pensar. Como diz um amigo: eles querem é ficar de papo para o ar, sem trabalhar e roubar o nosso esforço (através de privilégios do governo, ou, se puderem, na marra).
Os direitos trabalhistas não existem é na China. Foram conquistados (demagogicamente em excesso) nas democracias liberais. No Brasil ainda exite o restolho da ditadura (fascista) no imposto sindical obrigatório, no impedimento das partes acordarem livremente, e outras burrices.
No Brasil ainda temos as viúvas do nacional-desenvolvimentismo, apelidados demagogicamente de "desenvolvimentistas", "neokeinesianos", que dominam as federais, e algumas aves, cada vez mais raras, na FGV-SP.
Uns acreditam no que escrevem, a maioria defende privilégios da roubalheira das tetas do governo (as federais são feudos atrasados que se apoderaram do dinheiro público). A sorte é que tem uma turma que gosta de estudar (quase sempre são os que ganham menos).
Gastar milhões de dólares no saco sem fundo que é e será Cuba, em um porto que no futuro será utilizado pelos USA? E a nossa infra-estrutura abandonada? Aeroportos caindo aos pedaços, estradas que são quase só buracos.
Gastar dinheiro para alongar a vida de uma ditadura (sanguinária) que está caindo de podre? E no Brasil quase ninguém reclama.
Renovo os parabéns. Você está a quilômetros de distância desta turma que parou no tempo e de pensar.
É a mesma coisa que acreditar que existe um homem que fica nos céus tomando conta de tudo e todos aqui na terra, até dos pensamentos de cada um. É aceitar mansamente o crime do ensinamento religioso para crianças pelas pessoas que elas mais amam (os pais).
As religiõe fazem bem ou mal? Se ensinam mentiras fazem mal. Diabo, espíritos, anjos, santos, inferno, pecado, céu, milagres? O pior de tudo é a inação que pode provocar nas pessoas. Basta rezar que resolverei o problema.
Com todo o respeito para um país que tem fé, mas é tudo mentira.

"Com todo o respeito para um país que tem fé, mas é tudo mentira."

Isso foi referência ao que eu disse sobre a teleologia?
Se foi, deixa eu esclarecer.
Não se trata de acreditar nas religiões.

E sim da constatação racional e lógica de que a teoria da evolução é uma furada. E grande!

E é uma mentira muito maior e muito mais maléfica do que as das religiões.

Felizmente essa mentira vai desaparecer daqui a alguns anos, pois se até o dawkins já admite a existência de um criador... o resto é fácil...

Fé é uma questão de dom e de rituais de união do grupo. Atribuir o mal à religião é muita estupidez. O iluminismo também ajudou a gerar o comunismo e matou zilhões? Bobagem também!
Os homens são maus pra chuchu e temos que aceitar que o mal está na esquina para lutar contra ele. Não se vence o mal e sim se debate contra ele. Crime é associar religião ao mal. Somos amebas e dizer que a minha estória é melhor que a sua, além de muita prepotência tem um elevado grau de burrice.
Maradona

Caraio, como eu odeio gente burra!

"O"

Sem querer alongar na discussão religiosa. O espaço não é adequado. Acreditar no criacionismo, acredito que nem mais os judeus. Só os fundamentalistas islâmicos devem acreditar (ou os cristãos fundamentalistas também?). Aceitando o princípio de que espíritos, diabos, santos, anjos, inferno, purgatório, etc., não existem, ensinar ter esperanças nas orações, nas promessas, nos passes espíritas, nas curas que vemos nas TVs, nas CULPAS impostas pelas religiões com todos os tormentos psicológicos (até psiquiátricos), no tempo e no dinheiro perdido, na falta de credibilidade em si mesmo, na inação provocada pela fé no que não existe, nas guerras e nos suicídios (sugeridos ou impostos aos filhos dos outros) por fé religiosas. É fácil condenar o politeísmo (ou o fundamentalismo dos outros) como tudo mentira.
Mais fácil viver com a verdade do que com mentiras politeístas ou monoteístas. Substituir a fé pelo que? Pela ACEITAÇÃO: "aceitar o que não podemos modificar, coragem para mudar o que podemos e sabedoria para distinguir uma das outras." Esta frase é o melhor que encontrei para substituir a inação que a fé pode fazer.
Querer culpar o iluminismo, concordemos, é quase fundamentalismo.
Como o assunto é totalmente fora do tema do blog não voltarei mais a ele.

Acreditar em deus é uma forma de covardia.

O que ocorre:

Quando ouvimos a palavra "Deus" o nosso cérebro aciona as "imagens" que temos relacionadas a essa palavra.

Como o "Deus" que aprendemos desde criança é realmente fantasioso, se torna um obstáculo muito grande associar a palavra a algo que existe.

A nossa mente pode aceitar um "Grande Arquiteto", um "Designer", "Extra-terrestres", etc. Não pode aceitar é "Deus".

Então que seja: Deus não existe. Pode ser?

No entanto ainda assim nós fomos criados por "Algo". Sabe-se lá o que é esse "Algo".

E até onde eu sei não existe nada na terra que revele quais foram as intenções desse "Algo" quando nos criou.

Talvez sejamos um jogo de tabuleiro de uma espécie muito mais avançada! Vai saber! Me dói imaginar que seja isso.

Mas a questão é que fomos desenhados sim. E me desculpem... Mas isso é óbvio. Basta abrirem a mente para essa possibilidade e verão como isso é óbvio.

Meus caros,
Dois pontos:
1- Religião e ciência pertencem a espaços distintos e ortogonais. Acreditar em Deus não é covardia, assim como não acreditar não significa valentia ou inteligência. Aceitar viver sob valores religiosos estritos pode ser um ato de grande coragem (podemos dar como exemplo, os milhares de mártires que toda religião apresenta). Isto tudo dito acima acaba por ser somente frases de efeito. A questão básica é que temos problemas concretos e devemos resolvê-los (através da ciência). Pensar que Deus irá resolvê-los é de uma sandice e de um orgulho sem tamanho (não podemos esperar nada de Deus, uma vez que não conhecemos seus desígnios - somos muito imperfeitos para isto). Religião é uma questão pessoal íntima.
2- Quanto ao Maradona acima, seus dias estão contados!!!!! A Igreja Messiânica chegou para rever (e acabar) com os ensinamentos maradonistas. Nós já contamos com adeptos em todo o mundo. E VIVA O MESSI!!!!!!!
Saudações
PS: Enquanto isto, o Santos continua procurando a bola até hoje!!!!!

Rapazes,

Quando vocês discutem "Economia", eu os acho superinteligentes!

Beijos,
lu.

O ACASO SERIA MAIS ACEITÁVEL DO QUE UMA PESSOA SEMELHANTE A NÓS?
AS ESTRELAS (SOL), DIZEM QUE QUANTO MAIS BRILHANTES, MENOR A VIDA. O SOL TEM UMA VIDA (PRINCÍPIO, MEIO E FIM). A CIÊNCIA AINDA NÃO CONSEGUIU PREVER O FIM (mas no espaço até fotografamos sois nascendo e morrendo).
O EQUILÍBRIO UNIVERSAL (EPA, PARECE ATÉ ECONOMIA), GRAVIDADES QUE ATRAEM E SE DISTANCIAM.
No início religião e poder eram unidos (então quanto mais demagogia = mentira bem contada, melhor para dominar). As ideias liberais separaram religião e poder (felizmente).
Viver acreditando e educando os filhos a crerem em mentiras? É CRIME OU NÃO É?

"Quando vocês discutem "Economia", eu os acho superinteligentes!"

Daqui a pouco você vai querer dissociar a economia da política também.

Insisto. Se a ciência é o estudo da natureza, então é de fundamental importância saber se a natureza é teleológica ou não.

"As ideias liberais separaram religião e poder (felizmente)."

Você nunca leu o John Locke não é mesmo?

Tira a existência de deus e toda a argumentação do Locke vai por água abaixo.

É incrível como os liberais brasileiros são burros!

Felizmente nos países anglo-saxões eles são mais inteligentes e deixam o ateísmo com a esquerda!

É triste viver nesse país...

Passar por aqui é diversão na certa, rs.*

"Daqui a pouco você vai querer dissociar a economia da política também."

Impossível amigo: uma só existe em virtude da outra.

"Insisto. Se a ciência é o estudo da natureza, então é de fundamental importância saber se a natureza é teleológica ou não."

Concordo. Se houver interesse, dê uma olhada: http://lucienefelix.blogspot.com/2011/05/kant-e-uma-filosofia-da-historia-para.html

E, se puder, me indique uma boa bibliografia a respeito.

--x--

E aí, Paulo, beleza?
Passe em casa; amanhã temos artigo fresquinho (Amor Cortês - Pedagogia do amor nobre).

Beijos,
lu.

PS: "Anônimo", use um pseudônimo qualquer, não sei se vc é o mesmo autor dos últimos comentários.

(*) Mas estou um pouco atarefada, por conta da "Volta às Aulas" das crianças.

O estado laico (separação de estado e religião), originou-se no pensamento liberal (a luta contra o poder discricionário). A proibição do ensino religioso nas escolas públicas. O ateísmo é uma tese que Marx defendeu. Não foi o primeiro. Os liberais não proibem as religiões (apenas retira o apoio do estado). Os comunistas sim.

Lu, visitei seu site, parabéns, muito interessante e bonito.

O Lozardo é Lula's enthusiast, é isso msm?

Att,

JB

"Insisto. Se a ciência é o estudo da natureza, então é de fundamental importância saber se a natureza é teleológica ou não."

Em que isto é fundamental para:

a) Fazer um avião voar;
b) Fazer um navio flutuar;
c) Realizar uma cirurgia cardíaca;
d) Definir um regime de metas de inflação;

e/ou para desenvolver as teorias necessárias para cada uma destas coisas?

Luciene,

Existe um número considerável de argumentos lógicos para a existência de um criador.

O único que eu pesquisei foi a falsidade da teoria da evolução.

Tanto que sei, na física tudo leva a crer que Deus existe também (palavras do próprio Richard Dawkins). Ele no entanto ainda tem esperanças de que um dia a física avance a um ponto de não precisar mais de Deus para explicar a existência do universo.

Eu prefiro ir pelo caminho da falsidade da teoria da evolução, pois é o que me parece mais simples e mais óbvio. E foi por esse caminho que eu deixei de ser ateu.

A chave para provar a falsidade da teoria também está no próprio Darwin. Na Origem das Espécies ele citou alguns fatos que falseariam a teoria. Na época esses fatos ainda não eram verificáveis.

Existe o argumento dos fósseis. Aonde estão os fósseis intermediários? Até hoje encontraram apenas uma espécie meio réptil, meio ave. Cadê o resto? Onde estão os milhares de fósseis que o Darwin disse que deveriam ser encontrados?

E também o argumento do "complexo irredutível". Nesse caso seria necessário algum conhecimento de biologia molecular para verificar realmente se os complexos irredutíveis existem.

Como eu não tenho esse conhecimento, opto por confiar na análise do próprio Richard Dawkins, que admitiu a existência desses complexos. Acho que ele sendo um ateu evolucionista não mentiria contra o próprio time. É claro que ele foi um pouco ingênuo. Mas pelo menos foi honesto. Ao contrário dos seus pares.

Um outro argumento muito interessante é baseado no código genético. A teoria da evolução teve que se reinventar nesse caso. Criaram então o conceito de mutação genética.

Também cálculos probabilisticos dão conta de que uma evolução ao acaso seria infinitamente improvável. Quantas combinações diferentes pode-se fazer com uma sequência de 10 vogais?
Res: 5^10 = 9.765.625
Imagina isso no código genético que possui uma sequência de zilhões?

Realmente é estranho saber que os estudiosos do assunto (os biólogos) são os que estão mais errados. Mas me responda. Isso não ocorre também em outras ciências? Veja a comunidade científica de história e de sociologia no Brasil. Ou aqueles que defendem o aquecimento global antropogênico.

Ou até mesmo a ciência econômica décadas atrás. Cheia de Marxistas e Keynesianos.

Não somos obrigados a engolir essas baboseiras.


Junior

Luciene,

Adorei o texto do Smith. Vou comprar agora mesmo o livro.

Junior

Filosofia e Mitologia grecoromana são bem interessantes mesmo.

Menino do avião, do navio e etc. (ta prágmata), não consegues conceber algo que tenha um fim em si mesmo? Pense... “Pensar” talvez seja “uma teoria” necessária.
http://lucienefelix.blogspot.com/2008/03/ethos-entre-verdade-e-inveno-das-razes.html

Argumentos lógicos? Não dão conta, rs.
A fé é de domínio privado da alma individual, já dizia o bisavô do existencialismo, Sören Kierkegaard.
Se desejar, dê uma olhada: http://lucienefelix.blogspot.com/2009/12/por-que-cremos.html
E http://lucienefelix.blogspot.com/2008/08/darwin-nietzsche-e-freud-deus-est-morto.html
http://lucienefelix.blogspot.com/2008/01/kant-possvel-metafsica-como-cincia.html

Do Sr. Smith? “Teoria dos Sentimentos Morais?” Foi o Alex quem me indicou.
Nossa, como ele estudou Platão! Adorei.

Beijos,
Lu.
PS: Se algum de vocês estiver mesmo interessado em discussões mais filosóficas, postem em meu Blog. Sinto-me constrangida postando esses links, pois fogem ao foco do MV.

"Argumentos lógicos? Não dão conta, rs."

Algumas pessoas (eu mesmo) só acreditam vendo. Não há outro jeito. Mesmo os teólogos (Willian Craig por exemplo) utilizam os argumentos lógicos como forma de provar.


Você que gosta dos gregos. Veja o Aristóteles. Fica claro que ele acredita em Deus e usa como base para seus pensamentos. Mas é de uma forma racional. Não é fé.

Acho que:
Não é necessário ter fé parar crer em Deus. Mas sim para acreditar na divindade de Jesus Cristo.

Jesus era um Deus? Aí sim, para acreditar nisso só tem um jeito. Fé!


Junior