teste

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Nobel merecido!

A esta altura muitos de vocês sabem que o Paul Krugman é quem eu quero ser quando crescer (não vai dar, mas o objetivo é nobre). Imagino que o Kléber S. ficará revoltado, mas o trabalho acadêmico dele, não só pelo tópico, mas pela forma de abordagem (pequenos modelos analíticos que vão ao cerne do problema deixando de fora os detalhes menos relevantes), foi, é, e será o exemplo do que eu gostaria de fazer.

Fiquei muito feliz e acho um prêmio pra lá de merecido. É verdade que mais gente contribuiu para a nova teoria do comércio internacional, mas não só o Krugman esteve na linha de frente deste processo, como a integração com os modelos de geografia econômica são de uma beleza ímpar.

Reações:

32 comentários:

Alex o que você acha de interessante nos trabalhos do Krugman? Realmente sua teoria merece respeito,mas acredito que tinha muitos economistas qualificados que poderiam ser também escolhidos.

Até alguns anos atras eu "gostava dele" mas hoje ele ta quase perto do Stiglitz pelo que ele escreve no New York Times.Um exemplo é que ele é contra privatização da previdência no Chile,mais todos nos (economistas) sabemos que previdência privada é melhor que a social porque da acesso a todos.

ABS Caio

Caio:

Se você não leu os trabalhos sobre comércio internacional do Krugman, sugiro que o faça. Aí você vai entender porque não "tinha muitos economistas qualificados que poderiam ser também escolhidos."

Os trabalhos estão coletados no "Rethinking International Trade". Há mais dois livros dele com o Helpman (memória que não me falhe agora): "Market Structure and Foreign Trade" e "Trade policy and market structure". O primeiro com um enfoque mais unificado e o segundo uma coleção de modelos para pensar o assunto.

Isto sem contar o modelo de primeira geração de ataque especulativo...

Prenda-se menos ao que você lê nos jornais e mais ao trabalho acadêmico. Espetacular...

Alex,

Aparte o mérito das pesquisas do Krugman, Vc vê um risco de interpretações "politizadas" pelo timing da coisa, i.e., uma baita crise financeira e o Krugman ser um crítico feroz das políticas econômicas nos EUA (alguns até o classificam de Keynesiano)?

Mais uma vez, parabéns pelo blog!

Um abç, Daniel

Caio:
"Um exemplo é que ele é contra privatização da previdência no Chile,mais todos nos (economistas) sabemos que previdência privada é melhor que a social porque da acesso a todos."

De onde voce tirou isso? Nao existe consenso algum a favor de previdencia privada, seja em academia ou entre praticantes de politicas publicas. Deve ter mais que 10 anos que o Banco Mundial publicou sua biblia sobre previdencia social e a mensagem sobre os riscos da previdencia privada eh bem clara.

"O"

Daniel:

Claro que sim. Quando o Stiglitz ganhou foi a mesma coisa. Quando o Mundell ganhou, pelo seu modelo de macro aberta (diga-se), o Wall Street Journal tentou transformar o evento num apoio ao "supply-side economics".

Não tem jeito. O melhor mesmo é ler os trabalhos originais (aliás, o modelo Dixit-Stiglitz é base de muita coisa do Krugman na área de economias de escala e concorrência imperfeita).

Abs

Alex

Alex esse modelo do Dixit-Stiglitz não vale de nada.Na perspectiva neoclássica o mercado é visto como uma solução para um conjunto de equações simultâneas. Ou seja, temos agentes que maximizam a utilidade em relação a um sistema de preços e a partir disso escolhem quantidades para demandar e ofertar (nesse caso é quando a demanda é menor do que a dotação inicial do agente). Se assume que a totalidade das ofertas e procuras seja concluída com sucesso e, conseqüentemente, que o sistema esteja numa situação onde não existem expectativas frustradas e a totalidade dos planos de ação dos indivíduos é concluída com sucesso. Ou seja, os neoclássicos constroem um modelo que assume de antemão que temos plena coordenação dos planos dos indivíduos, já que se não temos plena coordenação é porque o vetor de preços não satisfaz as condições do sistema de equações simultâneas do modelo. Essa perspectiva teórica é chamada de "equilíbrio sempre" ("equilibrium always").

O modelo de Stiglitz vai contra o laissez-faire proposto por Friedman.Quanto ao nobel existem outros economistas que poderiam ganhar também,um deles seria Israel Kirzner.Seria melhor que o Krugman.

Caio:

Com esta manifestação você ganhou um lugar de honra na "doghouse". A começar porque o modelo Dixit-Stiglitz é um modelo de equilíbrio geral. No caso um modelo de equilíbrio geral com concorrência imperfeita.

Quanto às conclusões do modelo se chocarem com o "laissez-faire", a única reação é: e daí? Na linha do grande Friedman vale mais quem prevê melhor, não quem dá base a crenças "a priori"

Hehehe, LN tira sua casquinha do Nobel. Impressionante.

Alex Krugman é aquele economista que usou uma dose cavalar de pressupostos e matemática sofisticada para tentar fazer modelos onde o livre comércio não era ótimo... É daqueles defensores do intervencionismo que ficam fazendo quinhentos modelos de falhas de mercado usando uma variedade de pressupostos forçados.

Tio Alex, nao estou revoltado, estou chocado. Eu realmente nao li nenhuma das obras academicas do Krug. E ha' algum tempo deixei de assistir suas entrevistas, desde que ele debateu com Bill O'Riley, o que evidentemente nao foi tecnico mas ideologico.
De vez em qundo ainda leio uma coluna, so' pra nao perder de vista o que ele anda espalhando por ai'.

A que mais me revoltou foi publicada - como nao poderia deixar de ser - no New York Slimes, sobre as dinastias politicas contemporaneas nos US, os Rockefellers, Kennedys e Bushs. Ele absolvia os pecados das duas primeiras pelos "relevantes servicos sociais" prestados 'as comunidades, mas desancava a familia Bush. Uma agressao aos fatos. Vejamos as contribuicoes de cada uma:

R: Criaram o cartel e o trust, apos ganhar fortuna na forma mais selvagem de capitalismo ja' praticada. As leis anti-trust do mundo inteiro sao inspiradas no que Ted Roosevelt fez para doma-los.

K: Ganharam dinheiro com bootlegging durante a lei seca. Seu ultimo patriarca e' responsavel pela morte de uma mulher em Chappaquidick.

B: Criaram a plataforma de exploracao de petroleo off-shore, que por exemplo tornara' o Brasil uma potencia petrolifera.

Se os politicos dessas familias fizeram administracoes boas ou ruins, e' outra conversa. Os R nunca chegaram 'a presidencia. JFK, Bush 41 e Bush 43 tem em comum que todos iniciaram conflitos armados de consequencias tetricas. Claramente o Krug estava extravazando o seu vies ideologico. Tinha um tal de Marx, que uma vez misturou ideologia com economia. Nunca tantos morreram por tao pouco. Nem religiao causou tanta matanca. Por isso nao tenho o minimo respeito por economistas ideologizados.

Voce nunca se tornara' um deles, Alex. No matter what.

Um grande abraco

PS: Sabe a grande diferenca entre voces, Alex? Caso voce decida se retirar para a "academia" voce podera' produzir obras fantasticas; ja' o Krug nunca conseguira' ser intelectualmente honesto.

Um comentario adicional. Acho sim que a escolha teve componente politico. O Krug entrou em alta com a crise atual. Como ficou patente que a liberdade libertina dos mercados falhou, ele, que sempre teve um vies quasi-socialist, ficou em maior evidencia nos ultimos meses. Nao foi exatamente como o Nobel do Augore, mas num ta' muito longe.

Outro abraco

Kleber S.

Alex,
Acho que o Caio nao sabe o que eh o modelo de Dixit-Stiglitz. Mas tudo bem, eu tambem nao sei quem eh Israel Kirzner, entao provavelmente estamos quites :)

"O"

Kleber S,

Relaxa quanto ao Krugman.

Para comecar, dentro do arco-iris da politica brasileira, o Krugman em termos de politica economica esta mais para DEM do que para PT.

Segundo, as contribuicoes teoricas dele sao brilhantes.

Terceiro, que historia eh essa que os Bush inventaram o que na exploracao de petroleo? Essa eh nova para mim. O grande negocio do Bush Jr como businessman foi usar o poder publico para expropriar terras privadas para construcao de um estadio de beisebol. Evo Morales sentiria uma grande afinidade moral com G.W. Bush.

"O"

"Krugman é aquele economista que usou uma dose cavalar de pressupostos e matemática sofisticada para tentar fazer modelos onde o livre comércio não era ótimo... É daqueles defensores do intervencionismo que ficam fazendo quinhentos modelos de falhas de mercado usando uma variedade de pressupostos forçados."

Justamente o contrário Fábio. A começar porque a matemática que ele usa NÃO é sofisticada (tem um paper sobre bandas cambiais que usa cálculo estocástico dinâmico, mas, até onde me lembro, é só). E, mais importante, as conclusões, mesmo que - por incorporar concorrência imperfeita - o resultado de mercado não seja Pareto-ótimo, são em geral pró-comércio.

Ou seja, mesmo fora do mundo Heckscher-Ohlin-Stolper-Samuelson, abertura comercial melhora bem-estar, mesmo que não produza resultados Pareto-ótimos.

Um pouco de estudo cairia bem...

Interessante, aprendo muito neste blog e desta vez vou tecer minhas considerações:

Pelo que pude entender, estamos falando de qual a profundidade ótima de atuação do Estado na economia. ok?

Se o Estado deve atuar apenas como normatizador e fiscalizador ou se deve atuar de forma efetiva para corrigir as distorções de expectativas cumprindo funçao de estabilizar a economia... ...estatizando bancos e liberando volumes inimagináveis de recursos para garantir o equilíbrio.

Se esta afirmação estiver correta, o exercicio seguinte que faço é de avaliar se estamos tratando de um mercado que tende naturalmente ao equilíbrio ou se este mercado é incapaz de se auto regular...

No exercicio mental sguinte, como os derivativos financeiros ( e seu mal uso ) podem alterar a capacidade do mercado e do Estado de mensurar, analisar e controlar os desequilíbrios...

o que vcs acham?

Sr O

Mobile off-shore drilling rig.

Sobre o estadio de baseball vou averiguar. Usualmente vou a Houston uma vez por mes. Deve ser o campo dos Astros. Mas mesmo que tenha havido alguma mutreta, ainda fica muuuiiiiito longe de Chappaquidick, nao e' mesmo? Nao nos esquecamos que os codigos penais de todos os paises civilizados estabelecem gradacao de pena. Homicidio normalmente e' o crime de maior pena.

Longe de mim defender a busharada. Mas absolver os "outros" so' pode vir de uma mente sem nenhum compromisso com honestidade. Esse e' o "grande" Krug.

Abracao

Kleber S.

"Um pouco de estudo cairia bem..."

Mas doi tanto!!

Alex, Alex...

Agora você começa, pelos níveis dos posts, a perceber que, infelizmente, boa parte dos liberais "interneteiros" brasileiros tentam usar das mesmas armas que a PTlândia: os chavões e os comentários sobre as obras dos outros sem sequer saber o mérito, mas somente a ideologia. Krugman é crucificado não por sua obra, mas por ser considerado "intervencionista". E veja que ele sofre a mesma acusação que a "quermesse" faz - esta acusa o mainstream de fazer modelos para justificar o liberalismo, aqueles acusam de fazer modelos para justificar intervenções.
Mais um motivo para eu gostar cada vez mais da economia ortodoxa.

Um abraço, e paraabéns pelo blog.

Jefferson

"Sobre o estadio de baseball vou averiguar. Usualmente vou a Houston uma vez por mes. Deve ser o campo dos Astros. "

Nao. Eh o Arlington Texans. O Bush como CEO do time de beisebol em conluio com o governo local "moralesou" (a la Evo) propriedades privadas para beneficiar o time de beisebol. Eh crony capitalism puro, do pior tipo. Se voce quiser ler sobre isso, existe vasta literatura na internet.

"Mas mesmo que tenha havido alguma mutreta, ainda fica muuuiiiiito longe de Chappaquidick, nao e' mesmo?"

??? O que uma coisa tem a ver com a outra eh alem da minha capacidade de computar.

"O"

Alex como você avalia o livre comercio "não bilateral"? Por exemplo os EUA mantém as barreiras para a entradas de produtos brasileiros la em compensação o Brasil elimina as barreiras para a entrada de produtos dos EUA,esse abertura seria boa para o Brasil?

Fernando:

os ganhos de comércio existem mesmo se a abertura for unilateral.

Abs

Alex

Não sei se foi justo o Nobel. Mas certamente foi Pareto-eficiente!!

Abs.

G.Howe

É incontestável que o prêmio é merecido, basta observar que mais da metade dos estudantes de economia hoje no mundo, utilizam não só seu modelo como seu livro.

Mas que o fato da premiação ter vindo em um ano de eleições, em que ele é um dos grandes formadores de opiniões dos democratas, é uma mensagem, isso é...

Uma pena que sua influência não chega até o oriente, a DOHA mais precisamente...

Abs,

rp:

Vá lá entender o "timing" do prêmio, mas o Krugman é candidato a Nobel desde que levou a Medalha J.B. Clark em 1991. Era só questão de tempo. Aliás, como dica para as apostas sobre quem vai ganhar o prêmio Nobel de economia em dado ano, vale a pena fuçar as JBs uns 10-12 anos para trás.

Abs

Alex

Alex esses modelos de equilíbrio geral funcionam? Eu tenho minhas duvidas porque algum tempo porque eles seguem uma linha gaussiana.

Recentemente no encontro de econofísica na PUC-RJ muitos refutaram esse modelo.Muitos afirmaram que modelos caóticos são mais eficientes que equilíbrio geral.

Sr. O

Para sua computacao: matar e' normalmente pior do que requerer "eminent domain" para qualquer construcao.
Dai' o meu raciocinio: o que quer que seja ruim nos Bush, e' pior nos Kennedy. O que nao absolve ninguem. Na minha opiniao. Mas nao na do Krug. No entanto se o sr. acha isso certo, so' nao mate ninguem da minha familia.

Cheers

Alexandre,
Você vê incoerência em reduzir o compulsório e aumentar a taxa básica de juros ?Não seria contraditório adotar uma política monetária expansionista e ao mesmo tempo uma contracionista? Ou para você essas duas ações têm finalidades e consequências distintas ?

Gilherme:

Obviamente não funcionam se você entender por "funcionar" uma descrição completa e acurada do sistema econômico. Se, por outro lado, você entender por "funcionar" a geração de previsões não refutadas pelos dados, muitos funcionam muito bem.

Comentário: não vá atrás desta história de "caos", etc. Todo mundo que enveredou por este caminho não chegou a lugar nenhum. É impressionante o que você consegue explicar com modelos lineares estocásticos. Antes de começar pela senda não-linear, por mais "trendy" que possa parecer, vá pelo caminho linear mesmo.

Abs

Alex

Renato:

Vejo, neste momento, como dois instrumentos distintos (lembre-se que o BCE subiu juro em meio a um processo de aumento de redesconto). Mais à frente, com a situação de liquidez normalizada, esta massa de ex-compulsórios nas mãos dos bancos ainda terão que ser levadas em conta na definição de taxa de juros.

Abs

Alex

"Alex esses modelos de equilíbrio geral funcionam? Eu tenho minhas duvidas porque algum tempo porque eles seguem uma linha gaussiana."

Caro Gilherme,

Primeiro nao sei o que seja "linha gaussiana" e qual sua relacao com uma critica dos modelos de equilibrio geral. Creio que voce esteja confuso.

Segundo, econofisica NAO eh uma materia ensinada no MIT ou Berkeley ou Harvard ou Chicago ou qualquer outra escola de primeira linha.

Teoria do caos nao vai lhe ajudar a entrar em um programa de doutorado de ponta, a desenhar politica economica ou social, pousar em uma sinecura no Banco Mundial, FMI e BIS ou um emprego acima de "senior analyst" em Wall Street.

Quer ser um bom economista? Eu recomendaria fortemente ler e entender os livros do Varian e do Blanchard e criar um habito de ler as revistas academicas de divulgacao, isto eh, o Journal of Economic Perspectives e o Journal of Economic Literature. Se voce pegar uma edicao qualquer dessas revistas e nao sentir prazer intelectual lendo-os de ponta a ponta, recomendo veementemente que voce use sua capacidade analitica e matematica desenhando chips, pois o valor social de um bom engenheiro eh certamente mais alto que o valor social de mais um economista que nao gosta de economia.

"O"

Kleber?:
"Para sua computacao: matar e' normalmente pior do que requerer "eminent domain" para qualquer construcao.
Dai' o meu raciocinio: o que quer que seja ruim nos Bush, e' pior nos Kennedy. O que nao absolve ninguem. Na minha opiniao. Mas nao na do Krug. No entanto se o sr. acha isso certo, so' nao mate ninguem da minha familia. "

Primeiro, nao sei de que homicidio voce estah falando.

Segundo, o filo-semita dentro de mim nao tem grande simpatia por senadores americanos pro-Nazi (como o avo de um certo presidente americano).

Terceiro, esta discussao estah ficando tola. Seja qual for a contribuicao positiva dada pela dinastia Bush nos ultimos 500 anos, eh dificil contrabalancar o desastre fiscal do Bush atual. Alias, eu nao culpo George W pela crise financeira atual (longa historia, para outra discussao...), mas sim pela politica fiscal suicida desde seu primeiro ano no governo.

"O"

Eu ainda acho que foi um exemplo do clássico "fazer a coisa certa pelo motivo errado". Mesmo merecendo o prêmio pela sua obra acadêmica acredito que o que mais pesou na escolha foi a sua militância política...